Quem Somos

Pão Não é o Vilão

2018 de Dezembro, 18 | Curiosidades

A ciência e os especialistas têm se dedicado a desmentir uma série de mitos e estigmas que se criaram em torno do pão, como se ele fosse um inimigo. Não é.

É claro que existem pães e pães, como todo produto. Tem o queijo processado e o queijo natural. Tem a carne maturada e a fresca. O iogurte industrializado e o artesanal. O problema não é o alimento em si, mas o seu processo de produção.

Aqui no SABOR DE LUNA levamos a sério o pão, sua história, sua importância na mesa do cidadão, e sobretudo sua forma de produção. O fato de termos 100% de fabricação própria, nos possibilita adotar técnicas nas quais acreditamos, e optar por ingredientes de alta qualidade (como farinha pura, trigo importado, fermento levain, manteiga em vez de gordura hidrogenada, entre outros cuidados).

Os pães comuns de supermercado, como o pão francês (vulgo “cacetinho”, aqui no sul), bem como os de fôrma industrializados, são feitos para durar mais tempo e rentabilizar-se em larga escala. Por isso utilizam ingredientes químicos, como aceleradores de crescimento (ex, o bromato), melhoradores de farinha, espessantes, estabilizantes, conservantes, corantes, e outros agregados artificiais, e misturas pré-prontas.

Nossa vantagem enquanto padaria artesanal é conseguri produzir um pão muito mais adequado e saudável. Nossas famosas medialunas, por exemplo, não levam gordura hidrogenada como muitas por aí, e sim pura manteiga e farinha especial. Além disso, obedecem ao processo de empaste e resfriamento durante três dias antes de serem assadas.

Já nossas baguetes, ciabatas, sourdough, e pizzas napoletanas, todos assados na pedra, adotam um método de maturação longa e lenta da massa que pode levar até 48 horas. Com a fermentação natural, os micro-organismos selvagens presentes na levedura, devidamente hidratados, se encarregam de fazer a massa do pão crescer naturalmente (e fora da nossa barriga).

É por isso que a fermentação natural resulta num pão com alta qualidade nutricional, de fácil digestão, baixo índice glicêmico, e sabor muito mais acentuado.

VOLTAR
Veja

Também

O Menino e o Livro

Dia desses, atendi uma cliente que chegou com o filhinho de cinco anos. Curiosamente, mesmo em meio a doces e chocolates o garoto foi atraído pelo livro de contos de Mario Benedetti, que fica por ali, numa prateleira baixa.

SAIBA MAIS

A Alma do Negócio

Uma colega advogada, também proprietária de restaurante, postou que no seu horário de almoço sai do escritório e veste a touca para atender mesas.

SAIBA MAIS