Quem Somos

Nossa Expansão por Zero Hora

2019 de Novembro, 06 | Saiu na Mídia

Nosso amor pelo Uruguay ultrapassou barreiras e emplacou no coração dos porto-alegrenses. Esse é o motivo de passarmos de 30m² para 300m². Nossa expansão foi tão linda e surpreendente que acabou virando pauta para a querida Marta Sfredo, titular do Caderno de Economia da Zero Hora.

“Apesar de o mercado gaúcho oferecer produtos inspirados na culinária do país do rio dos pássaros pintados, para o uruguaio Raul Coppetti poucos tinham o sabor da sua infância. A saudade de casa e a necessidade de mudar de ramo motivaram Coppetti a enveredar pela gastronomia e abrir a sua própria loja, a Sabor de Luna. Quando começou, há sete anos, fabricava 50 produtos. Agora, chega a 300, entre massas, pães e doces. No mês passado, foi preciso trocar de casa, com investimento de R$ 1,5 milhão, para acomodar os clientes regulares que costumavam fazer fila em frente à antiga loja. 

No bairro Mon't Serrat, em Porto Alegre, a loja original havia sido pensada apenas como ponto de vendas, mas acabou virando um café. Os 30 metros quadrados da casinha – como foi carinhosamente apelidada pelos clientes e funcionários – ficaram pequenos. As filas eram tão grandes que, nos dias mais frios, os donos ofereciam chocolate quente para quem ficava na rua. Foi preciso ampliar o espaço.

Os sócios fizeram uma aposta de longo prazo: um imóvel ao lado, na mesma rua. Projetado pelo arquiteto Francisco Pinto, o espaço, agora multiplicado por 10,  faz referência à natureza uruguaia. Além de acolher melhor os clientes, os 300 metros quadrados permitiram serviço de almoço executivo, de segunda à sexta-feira.  

Segundo a sócia Tatiana Druck, com a mudança na cultura das padarias em Porto Alegre, há mais procura por produtos mais elaborados. Na Sabor de Luna, todos os pães têm fermentação natural, por isso as baguetes  levam cerca de 10 horas para crescer, e as medialunas levam até 3 dias para ficarem prontas. Também há alfajores, empanadas e dulce de leche produzidos de maneira artesanal. Além da nova sede, os produtos são oferecidos em 50 locais, entre empórios e restaurantes. Em média, são vendidos 1,2 mil baguetes e 2,5 mil medialunas por dia.”

VOLTAR
Veja

Também

Doces do Ofício

Neste sábado apareceu na loja uma senhora pedindo para falar com a proprietária. Me apresentei toda ouvidos, podia ser reclamação.

SAIBA MAIS